O que precisamos levar em consideração quando falamos de elaborar o Planejamento Digital de uma Igreja? 

1. ALINHAR OS OBJETIVOS E OS VALORES DA COMUNICAÇÃO A VISÃO DA IGREJA

Antes de tudo, é fundamental fazer a distinção do papel que o marketing digital cumpre para empresas do papel que este desenvolve para as Igrejas. Isto é, um dos benefícios do marketing digital é atrair potenciais consumidores e aumentar o lucro de um negócio, mas quando trata-se de uma igreja, não é ético mercantilizar a fé.
Neste sentido, montar uma agenda coerente com a visão da igreja é primordial, pois assim também se torna possível determinar o porquê da presença da igreja no ambiente digital: evangelizar? Divulgar cultos ou missas? Fazer campanhas? Anunciar eventos? 

2. QUAIS CANAIS UTILIZAR?

Tendo alinhado os objetivos da comunicação visual, é hora de escolher os canais que melhor se adequam a esta realidade! Por exemplo, se o objetivo for evangelizar, que tal pensar em escrever artigos sobre conteúdos bíblicos e teológicos para postar em um blog? Ou até mesmo investir em vídeos para o Youtube e criar um podcast para o Spotify? Porém, se o objetivo for divulgar cultos ou missas, fazer campanhas ou anunciar eventos, o Facebook e Instagram podem colaborar de forma mais efetiva nestas tarefas! 

3. CRIE LINHA E CALENDÁRIO EDITORIAL! 

Um ponto chave do Planejamento Digital é a organização. Por esta razão, deve-se mapear os temas e assuntos que serão comentados ao longo do ano, além de ordenar as datas que são importantes para a Igreja. 

4. DETERMINE METAS E REVISE-AS A CADA 3 MESES!

As metas podem envolver conseguir bons resultados através de SEO (técnica que garante melhor colocação nas ferramentas de busca), conseguir atrair um número pré definido de fiéis pelas redes sociais mensalmente, etc. O importante é estar sempre avaliando as estratégias que estão sendo colocadas em prática e adequar o que tem necessidade de ser adequado! 

5. LEMBRE-SE QUE A MISSÃO DA COMUNICAÇÃO É TRANSMITIR A PALAVRA DO SENHOR!

“E disse-lhes: ‘vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado’.” Marcos 16:15 – 16