Cada fiel sabe de sua responsabilidade com Deus e a Igreja, mas às vezes, a estranheza pode nos tomar conta, diante de certas inovações no templo do senhor. Será se é errado a presença de maquininhas de dízimo para as Igrejas? Essas dúvidas são normais e fortifica que estamos no caminho certo em busca do nosso salvador que é Deus.
Você consegue entender o porque cada vez mais Igrejas adotam o sistemas de máquinas de cartão para pagamento do dízimo? Esse artigo abordará esse tema de maneira séria e facilitadora, para que todos possamos de uma vez por todas, gerar acúmulo sobre o tema e entender o que se passa.

A tecnologia por trás das maquininhas de cartão para igrejas

O mundo caminha a passos largos no que tange a evolução tecnológica. A internet, por exemplo, não podemos negar seus perigos. Entretanto, o mundo digital quando bem aproveitado, vem sendo grande facilitadora e encurtamento de espaço em diversos momentos.
Como podemos não admitir os pontos positivos do cartão de crédito ou débito quando bem usados? A tecnologia quando bem usada, pode ser grande aliada em nossas vidas.
Onde você mora é perigoso? E o caminho até a Igreja? Usar a máquina de cartão pode ser uma grande maneira de se precaver frente ao pior. Todos nós não estamos livres de uma situação de sinistro. Se precaver de situações como essa é fundamental nos dias de hoje.
Esse é mais um dos grande fatores da troca do uso do cartão de crédito em diversos lugares, inclusive igrejas. Desperdiçar o uso de máquinas facilitadoras por qualquer bobeira e acusação, geralmente de fora da igreja, é um erro enorme.

Organização e controle dos valores recebidos

É muito mais fácil manter o controle de entrada e saída quando se tem o sistema bancário lhe ajudando. Usar a conta bancária bem como máquinas de cartão ajuda bastante o pagamento do dízimo.
Imagina contar, levantar caixa, controlar gastos, entre tantas outras tarefas bem mais importante ocorrendo na casa de Deus? A apropriação de facilitadores como a maquininha de cartão para o uso dos fiéis por parte da Igreja, não atravessa negativamente nenhuma Lei de nosso pai.

Responsabilidade

Não devemos ver o dízimo como uma obrigação, mas uma responsabilidade com Deus e a Igreja. Todos temos responsabilidades! “Lembrem-se: aquele que semeia pouco também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura também colherá fartamente. Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.2 Coríntios 9:6-7.”
Sem dúvidas, as máquinas o ajudará a manter sua responsabilidade frente a Igreja e a Deus. Você concorda ou ainda continua tendo um pensamento retrógrado frente ao que possa vir ser um facilitador?

Covid-19 e as mudanças

A vida irá demorar para voltar o que consideramos como “normal”. Nosso cotidiano ainda será refém de orientações das organizações de saúde: Mascára, evitar aglomerações e muito contato físico. O Covid-19 é real e foi causa de muitas mortes no Brasil e no Mundo.
Evitar as conhecidas e populares notas é um passo importante para manter o controle sobre esse vírus. Evitar pegar em dinheiro é importante. Que tal usar o cartão de crédito e débito?
Portanto, o artigo nos trouxe o verdadeiro objetivo das máquinas de cartões nas igrejas é como facilitadora em vários âmbitos. Isso sem falar na segurança que o cartão de crédito acaba nos trazendo em relação a possíveis roubos. Vale lembrar mais uma vez, sobre a necessidade de se tomar todos os cuidados contra o coronavírus.
E você, o que acha sobre o uso de maquininha de cartão nas Igrejas? Comente aqui em baixo sua opinião.