Webtv para Igrejas grátis – Transmissão ao-vivo

Webtv para Igrejas grátis – Transmissão ao-vivo

Webtv para Igrejas grátis – Transmissão ao-vivo
5 (100%) 1 voto

Webtv para igrejas com um passo-a-passo em vídeo para você aprender todas as técnicas.

Os canais no YouTube têm se tornado cada vez mais populares. Com isso, as transmissões de culto ao vivo ganharam fôlego.

A webtv para igrejas permite proclamar a palavra, culto, mensagem ou qualquer outro conteúdo para informar seus espectadores em tempo real, além de criar novas formas de interatividade entre transmissor e público.

Criar uma webtv para igrejas ao vivo no YouTube não é difícil, e pode ser feito por qualquer leigo.

Antes de tudo, para realizar transmissão de webtv para igrejas ao vivo no YouTube, é preciso baixar e instalar um codificador de áudio e vídeo no seu computador. Os programas são responsáveis por codificar arquivos de mídia, compactando o formato original e descompactando na hora da reprodução. No caso das transmissões ao vivo no YouTube, os codificadores são responsáveis por comprimir os vídeos no formato ideal.

O codificador utilizado vai depender das necessidades, e pode ser um dos quatro programas verificados pelo YouTube: XSplit Broadcaster e XSplit Gamecaster, Game Capture HD e Wirecast .

Mas, o que eles fazem? Os programas podem capturar conteúdo da área de trabalho (desktop), câmera e microfone. Depois de baixar e instalar o software de sua preferência, será necessário configurar o mesmo para poder, então, realizar as transmissões ao vivo.

Quando tudo estiver pronto, você poderá finalmente conectar o codificador à sua conta no YouTube para realizar uma transmissão ao vivo. São duas possibilidades: “Transmitir Agora”, mais rápida e com menos possibilidades de configuração, e “Eventos”, que podem ser testados antes de ir ao ar (online).

O Facebook Live, ferramenta de transmissão de vídeos ao vivo da rede social, ganhou um conjunto de novas funções para Android e iPhone (iOS) nesta semana. Entre os destaques estão recursos que deixam o app mais interativo, com maior possibilidade de interação entre transmissor e audiência, além de novas maneiras de compartilhar e encontrar streaming em tempo real para acessar a qualquer momento. O objetivo é atrair o público de concorrentes, como o Periscope.

Uma das principais novidades do Facebook Live é a possibilidade de iniciar uma transmissão ao vivo em círculos fechados de audiência, como em páginas de eventos e grupos. Assim, você não precisa mais tornar seu streaming público – uma vantagem considerável para empresas e profissionais que desejam estreitar laços com uma comunidade específica. O mesmo vale para quem promove eventos. Shows, por exemplo, poderão ter prévias e imagens de bastidores ao vivo na rede social para os fãs.

Com uma clara inspiração nos corações do Periscope, as reações do Facebook também poderão ser usadas durante uma transmissão ao vivo. A cada vez que alguém curtir, rir ou tiver outra reação à transmissão, o emoji aparecerá para todos com uma animação na tela, junto com a imagem da pessoa. É uma forma de aproximar o público e a página ou perfil que faz a transmissão, já que é possível obter um feedback mais detalhado sobre o que é exibido no vídeo.

A maneira de reagir durante um Live continua a mesma do feed do Facebook: pressione o botão curtir e arraste o dedo para selecionar a reação, soltando depois para enviar.

Para ajudar a popularizar ainda mais o Facebook Live, a rede social permitirá enviar convites para amigos durante uma transmissão, de modo que eles possam se juntar a você imediatamente para assistir a um conteúdo de interesse mútuo.

Ao enviar o convite, seus contatos recebem um aviso na central de notificações do perfil, de onde podem navegar direto para o streaming. Para convidar, basta tocar no botão ao lado do campo de comentário durante qualquer vídeo ao vivo.

Este pode ser uma ótima opção para interagir com seu público se você é produtor de conteúdo, ampliando assim sua relação com as pessoas que seguem seu trabalho. Inclusive pode ser usado para transmitir eventos ou mesmo para substituir o SnapChat.

As possibilidades são muitas e vai depender apenas da sua criatividade e vontade. Melhor ainda se você tem uma boa conexão de internet banda larga e pode usar a câmera traseira do smartphone para garantir melhor qualidade de imagem para quem assiste.

Com toda certeza o Facebook entra na briga pelo domínio dos vídeos na internet, principalmente por bater de frente com o Youtube que também tem sua opção de transmissões ao vivo.

A grande desvantagem do novo Facebook Live é que não tem este recurso para o navegador via desktop, nos computadores de mesa, com uma webcam padrão. Isso limita muito as possibilidades, deixando o Youtube bem à frente disso tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *