Como fazer ata de igreja

Como fazer ata de igreja

Gostou? Compartilhe!
Como fazer ata de igreja
4 (80%) 2 votos

Ata de igreja é o tipo de documento que serve para registrar de uma forma resumida e bem clara qualquer ocorrência, deliberação, decisão obtida através de reuniões, assembléia ou resolução.

Nos métodos mais antigos, o portador da ata de igreja eram os livros, cadernos grandes com capa preta. Nos dias atuais as atas são criadas de diversas formas digitais, sendo redigidas manualmente ou através de sistemas específico para isso, podendo ser impressas e arquivadas em pasta ou guardar as informações no próprio sistema.

Um detalhe importantíssimo é que a ata não pode ser rasurada de nenhuma forma e também não pode haver nenhuma alteração posterior à data em que foi registrada.

Veja como guardar com segurança os arquivos digitais da Igreja.

O que é ata de igreja?

Ata de igreja é um documento inalterável que deve ser preenchido em todas as reuniões realizadas pela sua congregação.

Não existe um tema específico em que deve-se preencher a ata de igreja, se possível for preencha-a sempre que houver alguma reunião, seja ela de membros, dos líderes do ministério, da tesouraria, do grupo jovem, do grupo das crianças e de todos os outros setores da igreja.

A ata é uma forma segura de se registrar tudo o que foi dito e combinado nas reuniões, evitando assim desentendimentos e má interpretações do que foi redigido.

Como fazer da ata de igreja

Iremos agora dar algumas dicas de como fazer ata para igreja, elas são necessárias e indispensáveis para qualquer ata que sua igreja possua, seja ata de reunião ou registro de estatuto da sua igreja.

  • Faça a ata de forma que ela possua margem em ambos os lados da folha (caso seja escrita de forma digital, insira as margens utilizando o programa da sua igreja).
  • Não deixe espaçamento entre as linhas da página (criando parágrafos), a ata deve ser redigida sem espaços entre as linhas e não pode ocupar totalmente a linha de forma a ultrapassar a margem.
  • Não utilize abreviações nas palavras ou expressões.
  • Escreva os números sempre por extenso e jamais em numerais. Exemplo: dois mil e dezessete
  • Escreva muito atentamente na ata, ela não pode ser rasurada e nem emendada (exceto para plataforma digital que pode ser alterado enquanto se está redigindo).
  • Se alguma palavra escrita for grande demais de modo que não caiba na linha em que está sendo escrita, deve-se utilizar do hífen ( – ) e então terminar a palavra na linha seguinte.
  • Se estiver utilizando um sistema ou programa de computador, certifique-se de salvar o registro da ata de forma que ela não possa ser alterada (Salvar em PDF é uma dessas formas).
  • Caso seja necessário registrar opiniões das pessoas, utilize elocuções para registrá-las.
  • Sempre escreva no pretérito perfeito do indicativo.

Se o escrivão por algum acaso cometer um erro na escrita da ata, deve ser utilizado o método de partícula retificativa inserindo a palavra “digo” para correção. Exemplo: “No ano de dois mil e dezesseis, digo dois mil e dezessete”

Caso seja descoberto um erro na ata da igreja após ele ter sido redigido, é necessário utilizar a expressão “em tempo” para retificar o erro escrito. Exemplo: “Em tempo: onde se lê dois mil e dezesseis, leia-se dois mil e dezessete ”

Partes que deve constar na ata de igreja

Algumas informações são essenciais para todas as atas de igreja registradas, elas são:

  • Data em que ocorreu a reunião registrada na ata de igreja;
  • Horário em que foi iniciado;
  • Local em que houve a reunião, deve ser escrito o logradouro completo (nome da rua, número, bairro e estado);
  • Objetivo da reunião, se for para melhorar a administração da tesouraria, ajudar o ministério de missões e etc;
  • Nome do presidente da reunião e de seu primeiro secretário;
  • Caso seja um grupo pequeno de pessoas, deve-se escrever o nome de todas essas pessoas na lista de presença da ata. Se for uma quantidade muito grande, escrever-se-á apenas a quantidade de pessoas presentes;
  • Relato completo do assuntos tratados na reunião e suas conclusões;
  • Encerramento da reunião com horário de término escrito;
  • Assinatura de todos os presentes na reunião (caso muitas pessoas estejam presentes, podem ser recolhidas duas ou três assinaturas para constar na ata).

Um detalhe muito importante sobre a assinatura dos presentes na reunião é que dependendo da forma como for administrada a sua congregação, apenas o pastor e seu primeiro secretário (Entenda a função da secretaria da igreja) podem assinar a ata de presença, mas somente após todos os presentes assinarem uma outra lista de presença que deverá ser anexada a ata de igreja.

Modelo de ata de igreja

Em toda a internet existem diversos modelos de atas prontos para serem utilizados por várias igrejas, iremos escrever um modelo que pode ser utilizado por sua congregação em todas as reuniões registradas na ata.

Ata da igreja – Modelo 1

“Ata de reunião ministerial da Igreja Evangélica Assembléia de Deus, realizada em

sua sede na Rua…, nesta cidade; às dezenove horas, do dia vinte e um do mês de junho de dois mil e dezessete, o irmão, pastor…,que a presidiu, declarou aberta a sessão, a fim de tratar de assuntos gerais de competência da igreja e de seus membros. Após os hinos… e a leitura da Palavra de Deus, feita pelo irmão…, Em seguida, (seguem-se os assuntos enumerados),. foi cedida a palavra ao irmão Secretário…, que leu a ata do dia…, aprovada sem emendas (ou com a emenda…). Nada mais havendo a tratar, foi encerrada a sessão com orações e graças a Deus, lavrando-se, para constar, a presente ata, que vai assinada por mim (primeiro, segundo “ad hoc”) secretário, e pelo dirigente desta Igreja. Em tempo: (Caso fique alguma observação, faça aqui)

LISTA DE PRESENÇA NA REUNIÃO DE OBREIROS DO DIA __/__/__, QUE

INICIOU AS ___ HORAS:

Assinaturas dos presentes:__.”

Ata da igreja – Modelo 2

Data, horário, local e objetivos

Aos vinte e um dias do mês de junho de dois mil e dezessete, com início às vinte horas, na sede da Igreja Assembléia de Deus, situada na Avenida Brasil, número setecentos, Rio de Janeiro, realizou-se uma reunião de todos os membros do grupo jovem, com o objetivo de preparar as festividades de conclusão do ano vigente.

O presidente, a secretária da reunião e as pessoas presentes

A reunião foi presidida pelo líder do grupo jovem, João Silva, tendo como secretária a líder do grupo jovem, Carla Silva. Contou com a participação de vinte e um membros.

Relato da reunião propriamente dita.

Inicialmente, João Silva solicitou à vice-diretora que comunicasse as providências administrativas e o andamento legal referente ao término do primeiro grau. Foi esclarecido que os membros do grupo jovem participariam da cantata de natal, e que a direção pensava oferecer um bolo no encerramento da festividade. A data para isso deveria ser escolhida nesta reunião. Após ouvir diversas sugestões e opiniões, o presidente da reunião solicitou que fossem votados dois itens: se todos concordavam com a cantata e a escolha da data. Alguns membros inscreveram-se para defender diferentes pontos de vista sobre a conveniência ou não de se realizar uma cantata de natal. Após debatidas as idéias apresentadas, João Silva encaminhou a votação, que obteve o seguinte resultado: cantata de natal e posteriormente bolo: dezessete votos favoráveis e quatro contra; Em seguida, apreciadas as datas sugeridas, foi escolhido por unanimidade, o dia vinte e quatro de dezembro para a realização do evento, com início às vinte horas.

Encerramento

Nada mais havendo a tratar, foi lavrada a presente ata, que vai assinada por mim, NOME DA PESSOA, secretário, pelo presidente da reunião e pelos membros do grupo jovem presentes.”

Gostou? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *